Quinta-feira, 30 de Outubro de 2008

...

Quem me dera que os meus sonhos não fossem só sonhos, quem me dera que estes meus sonhos pudessem ser partilhados pelas pessoas que mais amo na minha vida...

Posso parecer uma rebelde sem causa, não e verdade, sou simplesmente uma pessoa humana que quer ser apenas feliz... A pergunta que vem a seguir seria, é apenas isso que queres? Não podes pedir nada mais facil?...

Pois, eu só queria ser feliz, queria ter uma familia normal de afectos, queria ter mais disponibilidade pra mostrar as pessoas que amo que realmente as amo, e que se as magoou, peço perdão, esse é o meu jeito tosco de amar...

Queria amar o namorado que amo loucamente de paixão, mas sem derramar lagrimas cada vez que a saudade aperta e nao o posso ter a meu lado...

sinto me infeliz por não conseguir amar sem sofrimento, sinto me infeliz por não conseguir suportar a tua ausencia, a tua ausencia faz me chorar, ela pode durar uma hora um dia um mes um ano, ela faz-me chorar, nao a quero sentir ela magoa meu coraçao, ele parece que sangra a cada ausencia tua...

Quero uma familia que saiba dar afectos, preciso de colo e quando mais preciso nao o tenho...

sinto-me:
tags: ,
publicado por escorpiao86 às 00:25
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 29 de Outubro de 2008

ESPERO-TE...

Um olhar,
um sorriso,
um toque,
um cheiro,
um beijo,
um desejo
que esperamos
de braços abertos
enquanto o tempo avança
sem que o dia chegue.
A espera é sempre sofrida,
mas temos que a viver,
será que vem merecida
ou uma mera perca de tempo.
temos que esperar
e viver o momento
intensamente
seja ele duro
ou intenso.
Temos que saber viver
e tentar esclarecer
aquilo que sentimos
e perceber
se mentimos
aos outros,
a nós próprios.
A vida é cheia de coisas propicias
que por vezes pensamos
ser inatingíveis,
mas também surpreendentes.
À espera...
do teu olhar,
sorriso,
toque,
cheiro,
beijo
e desejo.
E porque tudo
tem uma razão de o ser,
Espero-te...

sinto-me:
tags: ,
publicado por escorpiao86 às 21:25
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 28 de Outubro de 2008

De: William Shakespeare

«Depois de algum tempo, aprendes a diferença, a subtil diferença, entre dar a mão e acorrentar uma alma. E aprendes que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança. E começas a aprender que beijos não são contratos, e presentes não são promessas. E não importa o quão boa seja uma pessoa, ela vai ferir-te de vez em quando e precisas perdoá-la por isso. Aprendes que falar pode aliviar dores emocionais. Descobres que se leva anos para se construir confiança e apenas segundos para destrui-la, e que podes fazer coisas num instante, das quais te arrependerás pelo resto da vida. Aprendes que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias. E o que importa não e o que tu tens na vida, mas quem tens na vida. Descobres que as pessoas com quem mais te importas na vida são tiradas de ti muito depressa; por isso, sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas; pode ser a última vez que as vemos. Aprendes que paciência requer muita prática. Aprendes que, quando estás com raiva, tens o direito de estar com raiva, mas isso não dá o direito de seres cruel. Aprendes que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém. Algumas vezes, tens que aprender a perdoar-te a ti mesmo. Aprendes que, com a mesma severidade com que julgas, tu serás, em algum momento, condenado. Aprendes que não importa em quantos pedaços o teu coração foi partido, pois o mundo não pára para que o consertes. E, finalmente, aprendes que o tempo não é algo que possa voltar para trás. Portanto, planta o teu jardim e decora a tua alma, ao invés de esperar que alguém te traga flores. E percebes que realmente podes suportar... que realmente és forte, e que podes ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. E que realmente a vida tem valor, e que tu tens valor diante da vida! E só nos faz perder o bem que poderíamos conquistar, o medo de tentar!»

sinto-me: imcompreendida
tags:
publicado por escorpiao86 às 22:00
link do post | comentar | favorito

Fujo...

És tu que foges?
Sou eu que te fujo?
Não o sei
Sim o que sei, é que não luto!

Farto de lutas, assim estou
Carrego-me a mim,
Mas faço-o por ti.
Calada apenas, observo-te
Passando por mim, sinto-te
Numa dor, que mais parece um calor,
Num calor, que transparece um frio!

Falam-me, que não te percebem
Junto-me a elas, quando te digo que também não,
Em sentimento de amor ,
Arrasto-te com valor...

Andando por palavras
Sigo a avenida de sonhos
A quem me pergunta,
Respondo, que por tudo passei!

Solidão, consequência de sonhos!
Magoas ardentes, resultado de caminhos!
Escritas de tolos?
Se o passas-te , não o dirás!

Para mim ,
Basta estar para o ser,
Destino o meu , ser como existo,
Para tal limito-me a crer!

Enfim aqui estou,
Para sempre?
Não certamente,
Mas para ti, eternamente!

sinto-me:
publicado por escorpiao86 às 20:54
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. um novo ciclo...

. quero... Gostas?

. Massagem

. uma noite a repetir

. musica

. uma fantasia tornada real...

. hoje

. Apaga essa chama

. excita me

. ilegais de Vanessa da Mat...

.arquivos

. Agosto 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. De Paulo Coelho

. ESPERO-TE...

blogs SAPO

.subscrever feeds